Schoonschip Amesterdão

Traduzido literalmente para “navio limpo”, este projecto inovador em Amesterdão combina ambas as palavras de uma forma arquitectónica única; “limpo” através dos seus objectivos de sustentabilidade e “navio” por razões óbvias. Com o objectivo geral de se tornar a comunidade flutuante mais sustentável da Europa, grupos de iniciativa e peritos foram consultados no início do projecto para prestar especial atenção aos aspectos da sustentabilidade e da coesão social. O resultado final é um projeto fantasticamente auto-eficiente, no qual os moradores vivem em harmonia.

Informação do projecto

Origem do projecto

Além do facto de que este projeto está flutuando na água, um dos elementos mais interessantes é que não havia nenhum projeto disponível, nenhum passo a ser seguido. Isto significa que os sonhos arquitetónicos se tornaram realidade quando, 10 anos após o início do planeamento inicial, este projeto foi concluído em 2019. A comunidade flutuante pode ser encontrada em Buiksloterham, Amesterdão Norte e está totalmente ocupada com 30 barcos para 45 famílias. MOSO Bamboo X-treme pode ser encontrado como revestimento em 6 destas casas flutuantes e encaixa-se no projeto de muitas maneiras.

Bamboo X-treme revestimento e vigas em Schoonschip Amesterdão

Escolha do material

Para que um projeto estivesse constantemente dentro de perímetros próximos da água, os materiais precisavam ser escolhidos sabiamente para garantir que todos os elementos do projeto fossem duráveis. Ao mesmo tempo, o apelo estético não devia ser comprometido, nem a qualidade dos edifícios. Por fim, os proprietários dos barcos tiveram 3 opções de revestimento: estuque de cortiça, Larisso ou bamboo. Uma quantidade impressionante de residentes viu os benefícios do bamboo em comparação com as alternativas e a maioria escolheu o bamboo. Entre outros, o facto de o Bamboo MOSO® ser naturalmente resistente ao fogo foi um factor decisivo.

Mais sobre MOSO® Bamboo X-treme® perfis de fachada
MOSO Bamboo X-treme Cladding Rebated

"Para esses residentes, os benefícios do bamboo foram o factor decisivo. Embora o bamboo seja mais pesado e deva ser tido em conta na concepção e no equilíbrio, não deixou de ser relevante que é mais barato do que a madeira. Isto porque - ao contrário da madeira de Larisso - não precisa de ser tratada com retardadores de fogo. Também apelou aos residentes que esta erva de crescimento rápido tem uma baixa pegada de CO2."

Martijn Braunstahl, MTB arquitetos
Stedebouw en Architectuur 03/2019 (Dutch)

Criticamente à prova do futuro

Um projecto futurista, inovador e único deve também ter em conta o futuro. Em todas as casas flutuantes Schoonschip, painéis solares, sistemas especiais de armazenamento de eletricidade, isolamento de última geração, um sistema de esgoto duplo e mais medidas de sustentabilidade foram integrados no projeto. Isto também é inovador e foi levado ao próximo nível, onde a energia gerada é armazenada e não simplesmente vendida à rede (como acontece com muitos sistemas de painéis solares), mas só é vendida a empresas de energia quando há um excedente.

Schoonschip website

Interessado?

“Um projeto que utiliza produtos MOSO® Bamboo oferece várias vantagens em relação à madeira e outros materiais alternativos.”

Paul Vriend
Gerente de Vendas de Área da MOSO International BV, Países Baixos

Contacte-nos
Paul Vriend
Go to top